Sejam Bem Vindos ao Nosso Blog

Este blog é inteiramente independente, NÃO É UM SITE OFICIAL D'A IGREJA DE JESUS CRISTO DOS SANTOS DOS ÚLTIMOS DIAS, as postagens aqui encontradas, são de responsabilidade dos administradores. Tudo que consta aqui são Estudos e Teorias. Não entendamos como doutrina. O nosso propósito é ajudar a idéia de descutir assuntos diversos de curiosidades da história deste plano, usando a unificação científica e religiosa do nosso ponto de vista. Agradecemos as visitas e comentários, isso nos edifica.







domingo, 17 de julho de 2011

A Bíblia - Tradução de Joseph Smith


SELEÇÕES DA TRADUÇÃO DE
JOSEPH SMITH DA BÍBLIA EM INGLÊS

Segue-se a tradução em português de trechos selecionados da Tradução de Joseph Smith da Bíblia em inglês (versão do Rei Jaime) (TJS). O Senhor inspirou o Profeta a restituir ao texto bíblico as verdades que haviam sido perdidas ou alteradas desde que o original fora escrito. Essas verdades restauradas esclareceram doutrinas e melhoraram a compreensão das escrituras. As passagens selecionadas para o Guia para Estudo das Escrituras servirão para o leitor melhorar a compreensão das escrituras em qualquer idioma para o qual forem traduzidas.
Por ter o Senhor revelado a Joseph algumas verdades que os autores haviam registrado, a Tradução de Joseph Smith é diferente de qualquer tradução da Bíblia. Nesse sentido, a palavra tradução é usada em um sentido mais amplo e de forma diferente da habitual, posto que a tradução de Joseph fosse mais revelação que uma tradução literal de um idioma para outro. Para mais informações sobre a TJS, ver “Tradução de Joseph Smith (TJS)” nos verbetes do Guia para Estudo das Escrituras.

O Velho Testamento
Joseph smith


GÊNESIS 9:10–15
(Comparar com Gênesis 9:3–9)
(O homem será responsabilizado por homicídios e também por desperdiçar vida animal.)
  10 O sangue de toda a carne que vos dei por alimento, porém, será derramado sobre a terra, que dele recebe a vida; e o sangue não comereis.
  11 E certamente o sangue não será derramado, a não ser para vosso mantimento, para salvar vossas vidas; e o sangue de todo animal requererei de vossas mãos.
  12 E quem derramar o sangue do homem, pelo homem o seu sangue será derramado; pois o homem não derramará o sangue do homem.
  13 Pois um mandamento dou, que o irmão de cada homem preserve a vida do homem, porque conforme a minha imagem fiz o homem.
  14 E um mandamento vos dou: Frutificai e multiplicai-vos; povoai abundantemente a terra e multiplicai-vos nela.
  15 E falou Deus a Noé e a seus filhos com ele, dizendo: E eu, eis que estabelecerei a minha aliança convosco, que fiz com vosso pai Enoque, concernente a vossa descendência depois de vós.



GÊNESIS 9:21–25
(Comparar com Gênesis 9:16–17)
[Posto o arco-íris no céu como um sinal do convênio de Deus com Enoque e Noé. Nos últimos dias, a assembléia geral da igreja do Primogênito (a Sião do Senhor no tempo de Enoque; ver Moisés 7) reunirá os justos da Terra.]
  21 E estará o arco nas nuvens, e eu o verei para me lembrar da aliança eterna que fiz com teu pai Enoque; que, quando os homens guardarem todos os meus mandamentos, Sião retornará à Terra, a cidade de Enoque, que arrebatei para mim.
  22 E este é o meu convênio eterno: Que quando tua posteridade abraçar a verdade e olhar para o alto, então olhará Sião para baixo e todos os céus tremerão com regozijo; e a Terra estremecerá de alegria;
  23 E a assembléia geral da igreja do primogênito descerá do céu e possuirá a Terra; e terá lugar até que venha o fim. E este é meu eterno convênio, que fiz com teu pai Enoque.
  24 E estará o arco nas nuvens e estabelecerei contigo o meu convênio, que fiz entre mim e ti, para toda alma vivente de toda carne que há de estar sobre a Terra.
  25 E disse Deus a Noé: Este é o sinal da aliança que estabeleci entre mim e ti; para toda carne que há de estar sobre a Terra.



GÊNESIS 14:25–40
(Comparar com Gênesis 14)
(Mencionado o grande ministério de Melquisedeque; descritos os poderes e bênçãos do Sacerdócio de Melquisedeque.)
  25 E Melquisedeque ergueu a voz e abençoou Abrão.
  26 Ora, Melquisedeque era um homem de fé, que praticava a retidão; e, quando criança, temia a Deus e fechou a boca de leões e extinguiu a violência do fogo.
  27 E assim, tendo sido aprovado por Deus, foi ordenado sumo sacerdote segundo a ordem do convênio que Deus fez com Enoque,
  28 Sendo isso segundo a ordem do Filho de Deus; ordem que veio não por homem nem pela vontade do homem; nem por pai nem mãe; nem por começo de dias nem fim de anos; mas por Deus;
  29 E foi dada aos homens pelo chamado de sua própria voz, de acordo com sua vontade, a tantos quantos acreditaram em seu nome.
  30 Pois Deus, tendo jurado a Enoque e a sua semente com um juramento por si próprio, que todo aquele que fosse ordenado segundo essa ordem e esse chamado teria poder, pela fé, para derribar montanhas, dividir os mares, secar as águas, desviá-las de seu curso;
  31 Para desafiar os exércitos das nações, dividir a Terra, quebrar todos os grilhões, permanecer na presença de Deus; fazer todas as coisas segundo a vontade dele, de acordo com suas ordens, subjugar principados e poderes; e isso pela vontade do Filho de Deus, que existia desde antes da fundação do mundo.
  32 E os homens que tinham essa fé, entrando nessa ordem de Deus, foram transladados e levados para o céu.
  33 Eis que Melquisedeque era um sacerdote dessa ordem; portanto ele conseguiu paz em Salém e foi chamado Príncipe da paz.
  34 E seu povo praticou a retidão e obteve o céu; e procurou a cidade de Enoque que Deus havia antes tomado, separando-a da Terra, tendo-a reservado para os últimos dias, ou seja, o fim do mundo;
  35 E dissera e jurara com um juramento, que os céus e a Terra iriam juntar-se; e os filhos de Deus seriam provados como que por fogo.
  36 E este Melquisedeque, tendo assim estabelecido a retidão, foi chamado de rei do céu por seu povo, ou, em outras palavras, de Rei da paz.
  37 E ele ergueu a voz e abençoou Abrão, sendo o sumo sacerdote e o guardião do armazém de Deus;
  38 Aquele a quem Deus havia designado para receber os dízimos para os pobres.
  39 Pelo que Abrão lhe pagou dízimos de tudo que tinha, de todas as riquezas que possuía, que Deus lhe dera a mais do que aquilo de que necessitava.
  40 E aconteceu que Deus abençoou a Abrão e deu-lhe riquezas e honra e terras por possessão perpétua; de acordo com o convênio que fizera e conforme a bênção com a qual Melquisedeque o abençoara.



GÊNESIS 15:9–12
(Comparar com Gênesis 15:1–6)
(Abraão viu o Filho de Deus em visão e soube da ressurreição.)
  9 E disse Abrão: Senhor Deus, como me darás esta terra por herança eterna?
  10 E o Senhor disse: Mesmo que estivesses morto, ainda assim não a poderia dar a ti?
  11 E se morreres, ainda assim a possuirás, pois vem o dia em que viverá o Filho do Homem; mas como poderia ele viver, se não estivesse morto? Ele precisa primeiro ser vivificado.
  12 E aconteceu que Abrão olhou e viu os dias do Filho do Homem e alegrou-se; e sua alma encontrou descanso e creu ele no Senhor; e o Senhor imputou-lhe isso por justiça.



GÊNESIS 17:3–7, 11–12
(Comparar com Gênesis 17:3–12)
(Deus estabeleceu um convênio de circuncisão com Abraão. A ordenança do batismo e a idade em que as crianças se tornam responsáveis foram revelados a Abraão.)
  3 Aconteceu que caiu Abrão sobre seu rosto e invocou o nome do Senhor.
  4 E falou Deus com ele, dizendo: Meu povo desviou-se de meus preceitos e não guardou minhas ordenanças que dei a seus pais;
  5 E não observaram a minha unção nem o sepultamento ou batismo que lhes ordenei;
  6 Mas desviaram-se do mandamento e tomaram para si a lavagem de criancinhas e o sangue da aspersão;
  7 E disseram que o sangue do justo Abel foi derramado por pecados; e não souberam em que são responsáveis perante mim.
  11 E estabelecerei uma aliança de circuncisão contigo e será minha aliança entre mim e ti e tua descendência depois de ti em suas gerações; para que saibas para sempre que as crianças não são responsáveis perante mim até que tenham oito anos de idade.
  12 E procurarás guardar todos os meus convênios pelos quais fiz convênios com teus pais; e guardarás os mandamentos que te dei por minha própria boca; e serei a ti por Deus e a tua descendência depois de ti.



GÊNESIS 17:23
(Comparar com Gênesis 17:17)
(Abraão rejubilou-se quando foi predito o nascimento de Isaque.)
  23 Então caiu Abraão sobre seu rosto e rejubilou-se; e disse no seu coração: A um homem de cem anos há de nascer um filho e conceberá Sara na idade de noventa anos.



GÊNESIS 19:9–15
(Comparar com Gênesis 19:5–10)
(Ló resistiu à iniqüidade de Sodoma.)
  9 E disseram-lhe: Sai daí. E iraram-se com ele.
  10 E disseram entre si: Como estrangeiro este indivíduo veio habitar entre nós e quer tornar-se juiz; agora lhe faremos mais mal do que a eles.
  11 Portanto disseram ao homem: Tomaremos os homens e também tuas filhas; e faremos com eles o que bem nos pareça.
  12 Ora, isso estava de acordo com a iniqüidade de Sodoma.
  13 E disse Ló: Eis aqui, duas filhas tenho que ainda não conheceram homem; deixai-me, rogo-vos, suplicar a meus irmãos não vo-las trazer, para que não façais a elas como bom for aos vossos olhos;
  14 Pois Deus não justificará seu servo nisso; portanto deixai-me suplicar a meus irmãos, somente esta vez, que nada façais a estes varões, para que possam ter paz em minha casa; porque por isso vieram à sombra do meu telhado.
  15 E iraram-se com Ló e aproximaram-se para arrombar a porta, porém os anjos de Deus, que eram homens santos, estenderam as mãos e fizeram entrar a Ló consigo na casa; e fecharam a porta.



GÊNESIS 19:9–15
(Comparar com Gênesis 19:5–10)
(Ló resistiu à iniqüidade de Sodoma.)
  9 E disseram-lhe: Sai daí. E iraram-se com ele.
  10 E disseram entre si: Como estrangeiro este indivíduo veio habitar entre nós e quer tornar-se juiz; agora lhe faremos mais mal do que a eles.
  11 Portanto disseram ao homem: Tomaremos os homens e também tuas filhas; e faremos com eles o que bem nos pareça.
  12 Ora, isso estava de acordo com a iniqüidade de Sodoma.
  13 E disse Ló: Eis aqui, duas filhas tenho que ainda não conheceram homem; deixai-me, rogo-vos, suplicar a meus irmãos não vo-las trazer, para que não façais a elas como bom for aos vossos olhos;
  14 Pois Deus não justificará seu servo nisso; portanto deixai-me suplicar a meus irmãos, somente esta vez, que nada façais a estes varões, para que possam ter paz em minha casa; porque por isso vieram à sombra do meu telhado.
  15 E iraram-se com Ló e aproximaram-se para arrombar a porta, porém os anjos de Deus, que eram homens santos, estenderam as mãos e fizeram entrar a Ló consigo na casa; e fecharam a porta.



GÊNESIS 48:5–11
(Comparar com Gênesis 48:5–6)
(Os descendentes de José serão os líderes da coligação de Israel nos últimos dias.)
  5 E agora, sobre teus dois filhos, Efraim e Manassés, que te nasceram na terra do Egito antes que eu viesse a ti no Egito; eis que são meus e o Deus de meus pais abençoá-los-á; como Rúben e Simeão, eles serão abençoados, pois são meus; pelo que eles serão chamados segundo o meu nome. (Portanto eles foram chamados Israel.)
  6 Mas a tua geração, que gerarás depois deles, será tua; segundo o nome de seus irmãos serão chamados na sua herança nas tribos; portanto eles foram chamados as tribos de Manassés e de Efraim.
  7 E Jacó disse a José: Quando o Deus de meus pais me apareceu em Luz, na terra de Canaã, jurou-me que daria, a mim e a minha descendência, a terra por possessão perpétua.
  8 Portanto, ó meu filho, ele abençoou-me levantando-te para que me fosses por servo, salvando da morte a minha casa,
  9 Ao livrar meu povo, teus irmãos, da fome que era grave na Terra; pelo que o Deus de teus pais te abençoará, bem como ao fruto de teus lombos, para que sejam abençoados acima de teus irmãos e acima da casa de teu pai;
  10 Pois tu prevaleceste e a casa de teu pai inclinou-se diante de ti, assim como te fora mostrado antes de seres vendido ao Egito pelas mãos de teus irmãos; portanto teus irmãos inclinar-se-ão diante de ti, de geração em geração, ao fruto de teus lombos para sempre;
  11 Pois eis que serás uma luz para o meu povo, para libertá-los da escravidão nos dias de seu cativeiro; e para trazer-lhes salvação quando estiverem completamente curvados sob o pecado.



GÊNESIS 50:24–38
(Comparar com Gênesis 50:24–26; ver também 2 Néfi 3)
(Moisés, Aarão e Joseph Smith foram todos citados nesta profecia de José no Egito. José profetizou também que o Livro de Mórmon se tornaria companheiro do registro de Judá.)
  24 E disse José a seus irmãos: Eu morro e vou para meus pais; e desço à sepultura com alegria. O Deus de meu pai Jacó esteja convosco, para livrar-vos da aflição nos dias de vosso cativeiro; pois o Senhor visitou-me e obtive do Senhor uma promessa de que, do fruto de meus lombos, o Senhor Deus suscitará um ramo justo de meus lombos; e a ti, a quem meu pai Jacó chamou Israel, um profeta; (não o Messias que é chamado Siló;) e esse profeta libertará meu povo do Egito nos dias da tua escravidão.
  25 E acontecerá que eles serão novamente dispersos; e um ramo será quebrado e conduzido para um país distante; não obstante, eles serão lembrados nos convênios do Senhor, quando vier o Messias; pois ele ser-lhes-á manifestado nos últimos dias, em Espírito de poder; e tirá-los-á das trevas para a luz; da escuridão oculta e do cativeiro para a liberdade.
  26 O Senhor meu Deus suscitará um vidente, que será um vidente escolhido para o fruto de meus lombos.
  27 Assim diz o Senhor Deus de meus pais a mim: Um vidente escolhido suscitarei eu do fruto de teus lombos; e gozará de grande estima entre o fruto de teus lombos; e a ele ordenarei que realize uma obra para seus irmãos, o fruto de teus lombos.
  28 E levá-los-á a conhecer os convênios que fiz com teus pais; e ele realizará qualquer obra que eu lhe mandar.
  29 E torná-lo-ei grande a meus olhos, porque ele fará a minha obra e será grande como aquele a quem eu disse que suscitaria para vós, para libertar meu povo, ó casa de Israel, da terra do Egito; pois eis que suscitarei um vidente para livrar meu povo da terra do Egito; e ele será chamado Moisés. E por esse nome saberá que pertence a tua casa; pois que será criado pela filha do rei e será chamado seu filho.
  30 E também um vidente suscitarei do fruto de teus lombos e a ele darei poder para levar minha palavra à semente de teus lombos; e não somente para levar minha palavra, diz o Senhor, mas para convencê-los de minha palavra, que já terá sido levada a eles nos últimos dias;
  31 Portanto o fruto de teus lombos escreverá; e o fruto dos lombos de Judá escreverá; e aquilo que for escrito pelo fruto de teus lombos e também aquilo que for escrito pelo fruto dos lombos de Judá, serão unidos para confundir falsas doutrinas e apaziguar contendas e estabelecer paz entre o fruto de teus lombos, levando-os nos últimos dias a conhecerem seus pais e também meus concertos, diz o Senhor.
  32 E da fraqueza será tornado forte, no dia em que minha obra começar entre todo o meu povo, a qual os restaurará, os que são da casa de Israel, nos últimos dias.
  33 E a esse vidente abençoarei; e aqueles que procurarem destruí-lo serão confundidos, pois esta promessa vos dou; pois lembrar-me-ei de vós de geração em geração; e o nome dele será José e será chamado pelo nome de seu pai; e ele será semelhante a vós, porque aquilo que o Senhor fizer por sua mão guiará meu povo à salvação.
  34 E o Senhor jurou a José que preservaria sua semente para sempre, dizendo: Suscitarei Moisés; e haverá uma vara em suas mãos e ele reunirá meu povo e guiá-lo-á como um rebanho e ferirá as águas do Mar Vermelho com sua vara.
  35 E ele terá entendimento e escreverá a palavra do Senhor. E não proferirá muitas palavras, porque escrever-lhe-ei minha lei pelo dedo de minha própria mão. E preparar-lhe-ei um porta-voz e seu nome será Aarão.
  36 E a ti também será feito nos últimos dias, sim, como jurei. Portanto disse José a seus irmãos: Deus certamente vos visitará e vos fará subir desta terra à terra que jurou a Abraão e a Isaque e a Jacó.
  37 E José confirmou muitas outras coisas a seus irmãos e fez jurar os filhos de Israel, dizendo: Certamente vos visitará Deus; e fareis transportar os meus ossos daqui.
  38 E morreu José quando tinha a idade de cento e dez anos; e embalsamaram-no e puseram-no num caixão no Egito; e os filhos de Israel não o enterraram, a fim de que fosse levado para ser sepultado com seu pai. E assim se lembraram do juramento que lhe tinham jurado.



ÊXODO 4:21
(Comparar com Êxodo 4:21; 7:3, 13; 9:12; 10:1, 20, 27; 11:10; 14:4, 8, 17; Deuteronômio 2:30)
(O Senhor não foi responsável pela dureza do coração de Faraó. Ver também TJS, Êxodo 7:3, 13; 9:12; 10:1, 20, 27; 11:10; 14:4, 8, 17; cada referência, quando traduzida corretamente, mostra que o Faraó endureceu o próprio coração.)
  21 E disse o Senhor a Moisés: Quando voltares ao Egito, atenta que faças diante de Faraó todas as maravilhas que tenho posto na tua mão e far-te-ei prosperar; mas Faraó endurecerá o coração e não deixará ir o povo.



ÊXODO 18:1
(Comparar com Êxodo 18:1)
(Jetro era sumo sacerdote.)
  1 Quando Jetro, o sumo sacerdote de Midiã, sogro de Moisés, ouviu todas as coisas que Deus tinha feito por Moisés e por Israel, seu povo; e que o Senhor tinha tirado a Israel do Egito;



ÊXODO 22:18
(Comparar com Êxodo 22:18)
(Os assassinos não viverão.)
  18 O assassino não deixarás viver.



ÊXODO 33:20, 23
(Comparar com Êxodo 33:20, 23)
(Nenhum homem pecador pode ver a face de Deus e viver.)
  20 E disse ele a Moisés: Não poderás ver a minha face agora, para que não se acenda minha ira contra ti também e eu te destrua a ti e a teu povo; porquanto nenhum homem dentre eles me verá agora e viverá, porque são sumamente pecadores. E homem pecador algum jamais viu, ou homem pecador algum jamais verá a minha face e viverá.
  23 E tirarei minha mão e ver-me-ás pelas costas, mas não se verá a minha face, como em outras ocasiões; porque estou irado com meu povo, Israel.



ÊXODO 34:1–2, 14
(Comparar com Êxodo 34:1–2, 14; D&C 84:21–26)
(O segundo conjunto de tábuas dado a Moisés continha uma lei menor do que o primeiro conjunto.)
  1 Então disse o Senhor a Moisés: Lavra outras duas tábuas de pedra como as primeiras e escreverei também nelas as palavras da lei, de acordo com o que se escreveu nas tábuas que tu quebraste; mas não será de acordo com as primeiras, porque tirarei de seu meio o sacerdócio; portanto minha santa ordem, assim como suas ordenanças, não irão adiante deles; pois minha presença não irá em seu meio, para que eu não os destrua.
  2 Mas darei a eles a lei, como nas primeiras, mas será segundo a lei de um mandamento carnal; porque em minha ira jurei que não entrariam em minha presença, em meu descanso, nos dias de sua peregrinação. Portanto faze como te mandei e prepara-te e sobe pela manhã ao monte Sinai; e ali põe-te diante de mim no cume do monte.
(Jeová era um nome pelo qual o povo do Velho Testamento conhecia o Senhor Jesus Cristo.)
  14 Porque não adorarás qualquer outro deus; pois o Senhor, cujo nome é Jeová, é um Deus zeloso.



DEUTERONÔMIO 10:2
(Comparar com Deuteronômio 10:2)
(No primeiro conjunto de tábuas, Deus revelou o convênio eterno do santo sacerdócio.)
  2 E escreverei nas tábuas as palavras que estavam nas primeiras tábuas, que quebraste, com exceção das palavras do convênio eterno do santo sacerdócio; e as porás na arca.



I SAMUEL 16:14–16, 23
(Comparar com I Samuel 16:14–16, 23; alterações semelhantes foram feitas em I Samuel 18:10 e 19:9)
(O espírito mau que desceu sobre Saul não era da parte do Senhor.)
  14 E o espírito do Senhor retirou-se de Saul; e atormentava-o um espírito mau, que não era da parte do Senhor.
  15 Então os criados de Saul disseram-lhe: Eis que agora um espírito mau, que não é da parte de Deus, te atormenta.
  16 Diga, pois, nosso senhor a seus servos, que estão na tua presença, que busquem um homem que saiba tocar harpa, e será que, quando o espírito mau, que não é da parte de Deus, vier sobre ti, então ele tocará com a sua mão e te acharás melhor.
  23 E sucedia que, quando o espírito mau, que não era da parte de Deus, vinha sobre Saul, Davi tomava a harpa e tocava com sua mão; então Saul sentia alívio e se achava melhor; e o espírito mau se retirava dele.



II SAMUEL 12:13
(Comparar com II Samuel 12:13)
(O grave pecado de Davi não foi posto de lado por Deus.)
  13 Então disse Davi a Natã: Pequei contra o Senhor. E disse Natã a Davi: Também o Senhor não pôs de lado o teu pecado para que não morras.



II CRÔNICAS 18:22
(Comparar com II Crônicas 18:22)
(O Senhor não põe um espírito de mentira na boca de profetas.)
  22 Agora, pois, eis que o Senhor encontrou um espírito de mentira na boca destes teus profetas: e o Senhor falou o mal a teu respeito.



SALMOS 14:1–7
(Comparar com Salmos 14:1–7)
(O Salmista rejubilou-se com o dia da restauração.)
  1 Disse o néscio no seu coração: Não há homem que tenha visto Deus. Porque ele não se mostra a nós; portanto não há Deus. Eis que eles são corruptos; fizeram obras abomináveis e nenhum deles faz o bem.
  2 Porque o Senhor olhou desde os céus para os filhos dos homens e por sua voz disse a seu servo: Procura entre os filhos dos homens, para ver se há algum que tenha entendimento de Deus. E ele abriu a boca para o Senhor e disse: Eis que todos estes dizem que são teus.
  3 O Senhor respondeu e disse: Desviaram-se todos e juntamente se fizeram imundos; não podes ver nenhum deles que esteja fazendo o bem, não, nenhum.
  4 Todos os que eles têm como seus mestres são obreiros da iniqüidade e neles não há conhecimento. São eles os que devoram o meu povo. Eles comem pão e não invocam o Senhor.
  5 Eis que se acham em grande pavor, porque Deus está na geração dos justos. Ele é o conselho dos pobres, porque eles se envergonham dos iníquos e fogem para o Senhor para refugiarem-se.
  6 Eles envergonham-se do conselho dos pobres, porquanto o Senhor é o seu refúgio.
  7 Oh, se dos céus estivesse estabelecida Sião, a salvação de Israel. Ó Senhor, quando estabelecerás Sião? Quando o Senhor fizer voltar os cativos do seu povo, regozijar-se-á Jacó, alegrar-se-á Israel.



SALMOS 24:7–10
(Comparar com Salmos 24)
(Este salmo celebra a segunda vinda de Cristo.)
  7 Levantai a cabeça, ó vós, gerações de Jacó, e sede edificados; e o Senhor forte e poderoso; o Senhor, poderoso na batalha, que é o rei da glória, estabelecer-vos-á para sempre.
  8 E ele enrolará os céus e descerá para redimir seu povo, para tornar-vos um nome eterno, para estabelecer-vos sobre sua rocha eterna.
  9 Levantai a cabeça, ó gerações de Jacó; levantai a cabeça, ó gerações eternas, e o Senhor dos exércitos, o rei dos reis;
  10 Sim, o rei da glória virá a vós e redimirá seu povo e estabelecê-lo-á em retidão. Selá.



SALMOS 109:4
(Comparar com Salmos 109:4)
(Devemos orar por nossos adversários.)
  4 E, não obstante o meu amor, são meus adversários; contudo, continuarei a orar por eles.



ISAÍAS 42:19–23
(Comparar com Isaías 42:19–22)
(O Senhor enviará seu servo àqueles que são cegos.)
  19 Porque enviarei meu servo a vós, que sois cegos; sim, um mensageiro para abrir os olhos dos cegos e destampar os ouvidos dos surdos;
  20 E serão tornados perfeitos, a despeito de sua cegueira, se derem ouvidos ao mensageiro, o servo do Senhor.
  21 Vós sois um povo que vê muitas coisas, mas não as guarda; que abre os ouvidos para ouvir, mas não ouve.
  22 O Senhor não se agrada desse povo, mas por amor de sua retidão engrandecerá a lei e honrá-la-á.
  23 Tu és um povo roubado e saqueado; teus inimigos, todos eles, enlaçaram-te em cavernas e esconderam-te em cárceres; tomaram-te por presa e ninguém há que livre; por despojo, e ninguém diz: Restitui.



JEREMIAS 26:13
(Comparar com Jeremias 26:13)
(O Senhor não se arrepende; os homens arrependem-se.)
  13 Agora, pois, melhorai os vossos caminhos e as vossas ações e ouvi a voz do Senhor vosso Deus e arrependei-vos; e o Senhor desviará o mal que falou contra vós.



AMÓS 7:3
(Comparar com Amós 7:3)
(O Senhor não se arrepende; os homens arrependem-se.)
  3 E disse o Senhor, concernente a Jacó: Jacó arrepender-se-á disso; portanto não o destruirei completamente, diz o Senhor.


O Novo Testamento
joseph smith

MATEUS 3:24–26
(Comparar com Mateus 2:23)
(Descritas a juventude e a infância de Jesus.)
  24 E aconteceu que Jesus crescia com seus irmãos e se fortalecia; e esperava no Senhor pela vinda do tempo de seu ministério.
  25 E ajudava seu pai e não falava como os outros homens nem podia ser ensinado; porque não precisava que homem algum o ensinasse.
  26 E depois de muitos anos, aproximou-se a hora de seu ministério.


MATEUS 3:43–46
(Comparar com Mateus 3:15–17)
(Jesus foi batizado por João, por imersão.)
  43 Jesus, porém, respondendo, disse-lhe: Deixa-me ser batizado por ti, porque assim nos convém cumprir toda a justiça. Então ele o permitiu.
  44 E João desceu às águas e batizou-o.
  45 E, sendo Jesus batizado, saiu logo da água; e João viu e eis que se lhe abriram os céus e viu o Espírito de Deus descendo como pomba e vindo sobre Jesus.
  46 E eis que ouviu uma voz dos céus, que dizia: Este é o meu Filho amado, em quem me comprazo. Ouvi-o.


MATEUS 4:1, 5–6, 8–9
(Comparar com Mateus 4:1, 5–6, 8–9; alterações semelhantes foram feitas em Lucas 4:2, 5–11)
(Jesus foi conduzido pelo Espírito, não por Satanás.)
  1 Então foi conduzido Jesus pelo Espírito ao deserto, para estar com Deus.
  5 Então foi Jesus transportado à cidade santa e o Espírito colocou-o sobre o pináculo do templo.
  6 E o diabo veio a ele e disse-lhe: Se tu és o Filho de Deus, lança-te de aqui abaixo; porque está escrito: A seus anjos dará ordens a teu respeito; e tomar-te-ão nas mãos, para que nunca tropeces em alguma pedra.
  8 E novamente, Jesus estava no Espírito, e ele transportou-o a um monte muito alto; e mostrou-lhe todos os reinos do mundo e a glória deles.
  9 E o diabo veio a ele novamente e disse-lhe: Tudo isto te darei se, prostrado, me adorares.


MATEUS 4:11
(Comparar com Mateus 4:11)
(Jesus enviou anjos para servirem João Batista.)
  11 E eis que Jesus soube que João fora atirado na prisão e enviou anjos; e eis que eles chegaram e serviram-no.


MATEUS 4:18
(Comparar com Mateus 4:19)
(Os profetas do Velho Testamento falaram sobre Jesus.)
  18 E disse-lhes: Eu sou aquele sobre quem foi escrito pelos profetas; vinde após mim e eu vos farei pescadores de homens.


MATEUS 4:22
(Comparar com Mateus 4:23)
(Jesus curou pessoas entre os que acreditavam em seu nome.)
  22 E percorria Jesus toda a Galiléia, ensinando nas suas sinagogas e pregando o evangelho do reino e curando todas as enfermidades e moléstias entre o povo que acreditava em seu nome.


MATEUS 6:14
(Comparar com Mateus 6:13; mudanças semelhantes foram feitas em Lucas 11:4)
(O Senhor não nos induz à tentação.)
  14 E não nos deixes ser levados à tentação, mas livra-nos do mal.


MATEUS 6:22
(Comparar com Mateus 6:22)
(Se nossos olhos estiverem fitos na glória de Deus, todo nosso corpo será cheio de luz.)
  22 A candeia do corpo são os olhos; de sorte que se teus olhos estiverem fitos na glória de Deus, todo o teu corpo será cheio de luz.


MATEUS 6:38
(Comparar com Mateus 6:33)
(Primeiro devemos procurar edificar o reino de Deus.)
  38 Portanto não busqueis as coisas deste mundo, mas procurai primeiro edificar o reino de Deus e estabelecer sua justiça e todas essas coisas vos serão acrescentadas.


MATEUS 7:1–2
(Comparar com Mateus 7:1–2)
(Não julgueis injustamente.)
  1 Ora, estas são as palavras que Jesus ensinou a seus discípulos para que dissessem ao povo.
  2 Não julgueis injustamente, para que não sejais julgados; mas julgai com um julgamento justo.


MATEUS 7:9–11
(Comparar com Mateus 7:6)
(Não compartilhar com o mundo os mistérios do reino.)
  9 Ide pelo mundo, dizendo a todos: Arrependei-vos, porque o reino dos céus se aproximou de vós.
  10 E os mistérios do reino guardareis dentro de vós; pois não é próprio dar aos cães as coisas santas; nem deiteis aos porcos as vossas pérolas, para que não as pisem com os pés.
  11 Porque o mundo não pode receber aquilo que vós mesmos não podeis suportar; portanto não dareis vossas pérolas a eles, para que não se voltem e vos despedacem.


MATEUS 9:18–21
(Este é um texto restaurado pelo Profeta Joseph Smith, inserido entre Mateus 9:15 e Mateus 9:16.)
(Jesus rejeitou o batismo dos fariseus; ele deu a lei de Moisés.)
  18 Então os fariseus disseram-lhe: Por que não nos recebes com nosso batismo, visto que cumprimos toda a lei?
  19 Mas Jesus disse-lhes: Vós não guardais a lei. Se tivésseis guardado a lei, vós me teríeis recebido, pois eu sou aquele que deu a lei.
  20 Não vos recebo com vosso batismo, porque ele de nada vos aproveita.
  21 Porque quando chega aquilo que é novo, o velho está pronto para ser posto de lado.


MATEUS 16:25–26
(Comparar com Mateus 16:24)
(O significado da frase “tomar sobre si a cruz de Jesus” é negar a iniqüidade.)
  25 Então disse Jesus a seus discípulos: Se alguém quiser vir após mim, renuncie-se a si mesmo, tome sobre si a sua cruz e siga-me.
  26 E eis que um homem tomar sua cruz significa negar-se a toda iniqüidade e a toda concupiscência mundana e guardar meus mandamentos.


MATEUS 17:10–14
(Comparar com Mateus 17:11–13)
(Dois Elias deveriam vir—um para preparar e outro para restaurar.)
  10 E Jesus, respondendo, disse-lhes: Em verdade Elias virá primeiro e restaurará todas as coisas, como escreveram os profetas.
  11 E também vos digo que Elias já veio, a respeito de quem está escrito: Eis que vos enviarei meu anjo, que preparará o caminho diante de mim; e não o conheceram e fizeram-lhe tudo o que quiseram.
  12 Assim farão eles também padecer o Filho do Homem.
  13 Mas eis que vos digo: Quem é Elias? Eis que este é Elias, aquele a quem eu envio para preparar o caminho diante de mim.
  14 Então entenderam os discípulos que lhes falara de João Batista e também de outro que viria para restaurar todas as coisas, como foi escrito pelos profetas.


MATEUS 18:11
(Comparar com Mateus 18:11; ver também Morôni 8)
(As criancinhas não têm necessidade de arrependimento.)
  11 Porque o Filho do homem veio salvar o que se tinha perdido e chamar os pecadores ao arrependimento; mas estes pequeninos não têm necessidade de arrependimento e salvá-los-ei.


MATEUS 19:13
(Comparar com Mateus 19:13)
(As criancinhas serão salvas.)
  13 Trouxeram-lhe então criancinhas, para que sobre elas pusesse as mãos e orasse. Mas os discípulos repreendiam-nos, dizendo: Não há necessidade, pois Jesus dissera: Esses serão salvos.


MATEUS 21:33
(Comparar com Mateus 21:32–33)
(O homem precisa arrepender-se para poder acreditar em Cristo.)
  33 Porque aquele que não creu em João com relação a mim não pode crer em mim, a menos que se arrependa.


MATEUS 21:47–56
(Comparar com Mateus 21:45–46)
(Jesus declarou que ele é a principal pedra de esquina. O evangelho é oferecido aos judeus e depois aos gentios. Os iníquos serão destruídos quando Jesus voltar.)
  47 E os príncipes dos sacerdotes e os fariseus, ouvindo estas palavras, entenderam que falava deles.
  48 E disseram entre si: Pensará esse homem que sozinho pode saquear este grande reino? e iraram-se com ele.
  49 Mas quando procuraram prendê-lo, recearam a multidão, porque souberam que a multidão o tinha por profeta.
  50 E eis que seus discípulos vieram a ele e Jesus perguntou-lhes: Maravilhai-vos com as palavras da parábola que lhes disse?
  51 Em verdade vos digo: Eu sou a pedra e aqueles iníquos rejeitam-me.
  52 Eu sou a cabeça da esquina. Esses judeus cairão sobre mim e despedaçar-se-ão.
  53 E o reino de Deus lhes será tirado e será dado a uma nação que produza frutos (quer dizer, os gentios).
  54 Portanto, sobre quem cair esta pedra, reduzi-lo-á a pó.
  55 Quando, pois, vier o Senhor da vinha, destruirá aqueles homens miseráveis, iníquos, e arrendará novamente a vinha a outros lavradores, sim, nos últimos dias, que lhe dêem frutos nas estações.
  56 E entenderam, então, a parábola que lhes dissera, que os gentios seriam também destruídos quando o Senhor descesse do céu para reinar em sua vinha, que é a Terra e seus habitantes.


MATEUS 23:6
(Comparar com Mateus 23:9)
(Aquele que está no céu é nosso criador.)
  6 E a ninguém na Terra chameis vosso criador ou vosso Pai Celestial; porque um só é o vosso criador e o vosso Pai Celestial, sim, aquele que está no céu.


MATEUS 26:22, 24–25
(Comparar com Mateus 26:26–29; TJS, Marcos 14:20–25)
(Jesus instituiu o sacramento.)
  22 E, quando comiam, Jesus tomou o pão e partiu-o e abençoou-o; e deu a seus discípulos e disse: Tomai, comei; isto é em lembrança de meu corpo, que dou como resgate por vós.
  24 Porque isto é em lembrança do meu sangue do novo testamento, que é derramado por todos os que crerem em meu nome, para a remissão de seus pecados.
  25 E dou-vos um mandamento: que procureis fazer as coisas que me vistes fazer e testifiqueis de mim até o fim.


MATEUS 27:3–6
(Comparar com Mateus 27:3–5; Atos 1:18)
(Descrita a morte de Judas.)
  3 Então Judas, o que o traíra, vendo que fora condenado, trouxe, arrependido, as trinta moedas de prata aos príncipes dos sacerdotes e aos anciãos,
  4 Dizendo: Pequei, traindo o sangue inocente.
  5 Eles, porém, disseram-lhe: Que nos importa? Isso é contigo; que os teus pecados estejam sobre ti.
  6 E ele, atirando as moedas de prata no templo, retirou-se e foi-se enforcar em uma árvore. E imediatamente se precipitou e todas as suas entranhas se derramaram; e morreu.


MARCOS 9:3
(Comparar com Marcos 9:4)
(João Batista estava no Monte da Transfiguração.)
  3 E apareceu-lhes Elias com Moisés, ou, em outras palavras, João Batista e Moisés; e falavam com Jesus.


MARCOS 9:40–48
(Comparar com Marcos 9:43–48)
(Cortar a mão ou o pé que escandalizem é comparável a eliminar companhias que nos possam desencaminhar.)
  40 Portanto, se tua mão te escandalizar, corta-a; ou se teu irmão te escandalizar e não confessar e renunciar, ele será cortado. Melhor é para ti entrares na vida aleijado do que, tendo duas mãos, ires para o inferno.
  41 Pois é melhor para ti entrares na vida sem teu irmão, do que tu e teu irmão serem lançados no inferno, no fogo que nunca se apaga, onde o seu bicho não morre e o fogo nunca se apaga.
  42 E também, se teu pé te escandalizar, corta-o; pois aquele que é teu exemplo, segundo quem andas, se ele se tornar um transgressor, será cortado.
  43 Melhor é para ti entrares coxo na vida do que, tendo dois pés, seres lançado no inferno, no fogo que nunca se apaga.
  44 Portanto, que todo homem se sustenha ou caia por si mesmo e não por outro; ou seja, não confiando em outro.
  45 Buscai o meu Pai e ser-vos-á feito naquele exato momento aquilo que pedirdes, se pedirdes com fé, crendo que recebereis.
  46 E se teu olho que vê por ti, que foi designado para olhar por ti, a fim de mostrar-te a luz, tornar-se transgressor e escandalizar-te, lança-o fora.
  47 Melhor é para ti entrares no reino de Deus com um só olho do que, tendo dois olhos, seres lançado no fogo do inferno.
  48 Porque é melhor seres salvo do que seres lançado no inferno com teu irmão, onde o seu bicho não morre e o fogo nunca se apaga.


MARCOS 12:32
(Comparar com Marcos 12:27)
(Deus não é um Deus de mortos, porque ele levanta os mortos de suas sepulturas.)
  32 Ele não é, portanto, o Deus dos mortos, mas o Deus dos vivos; porque ele os levanta de suas sepulturas. Por isso vós errais muito.


MARCOS 14:20–25
(Comparar com Marcos 14:22–25; TJS, Mateus 26:22, 24–25)
(Jesus instituiu o sacramento.)
  20 E, comendo eles, tomou Jesus pão e abençoou-o e partiu-o e deu-o a eles e disse: Tomai e comei.
  21 Eis que isto fareis em lembrança de meu corpo; pois todas as vezes que o fizerdes, lembrar-vos-eis desta hora em que eu estava convosco.
  22 E, tomando o cálice e dando graças, deu-lho; e todos beberam dele.
  23 E disse-lhes: Isto é em lembrança de meu sangue, que por muitos é derramado, e o novo testamento que vos dou; porque de mim testificareis a todo o mundo.
  24 E sempre que realizardes esta ordenança, lembrar-vos-eis de mim nesta hora em que eu estive convosco e bebi convosco deste cálice, sim, a última vez em meu ministério.
  25 Em verdade vos digo: Disto prestareis testemunho; porque não mais beberei do fruto da vide convosco, até aquele dia em que o beber, novo, no reino de Deus.


MARCOS 14:36–38
(Comparar com Marcos 14:32–34)
(No Getsêmani, até mesmo alguns dos Doze não entendiam plenamente o papel de Jesus como o Messias.)
  36 E foram a um lugar chamado Getsêmani, que era um jardim; e os discípulos começaram a ter pavor e a angustiar-se e a lamentar-se em seu coração, perguntando-se se aquele era o Messias.
  37 E Jesus, conhecendo-lhes o coração, disse a seus discípulos: Assentai-vos aqui, enquanto eu oro.
  38 E tomou consigo a Pedro e a Tiago e a João e repreendeu-os e disse-lhes: A minha alma está profundamente triste, sim, até a morte; ficai aqui e vigiai.


MARCOS 16:3–6
(Comparar com Marcos 16:4–7; mudanças semelhantes foram feitas em Mateus 28:2–8; comparar com Lucas 24:2–4)
(Dois anjos saudaram as mulheres junto ao sepulcro do Salvador.)
  3 Mas, olhando, viram que já a pedra estava revolvida (e era ela muito grande) e dois anjos sentados nela, vestidos de uma roupa comprida, branca; e ficaram espantadas.
  4 Mas os anjos disseram-lhes: Não vos assusteis; buscais a Jesus Nazareno, que foi crucificado; já ressuscitou, não está aqui; eis aqui o lugar onde o puseram;
  5 E ide, dizei a seus discípulos e a Pedro que ele vai adiante de vós para a Galiléia; ali o vereis, como ele vos disse.
  6 E elas, entrando no sepulcro, viram o lugar onde haviam posto Jesus.


LUCAS 1:8
(Comparar com Lucas 1:8)
(Zacarias, pai de João Batista, estava realizando deveres do sacerdócio.)
  8 E exercendo ele o ofício de sacerdote diante de Deus, na ordem de seu sacerdócio,


LUCAS 2:46
(Comparar com Lucas 2:46)
(Os doutores do templo estavam ouvindo Jesus e interrogando-o.)
  46 E aconteceu que, passados três dias, o acharam no templo, assentado no meio dos doutores; e eles estavam ouvindo-o e fazendo-lhe perguntas.



LUCAS 3:4–11
(Comparar com Lucas 3:4–6)
(Cristo virá para cumprir profecias, remover pecados, trazer salvação e ser uma luz; e virá no dia de poder e na plenitude dos tempos.)
  4 Segundo o que está escrito no Livro do profeta Esaías; e estas são as palavras, que dizem: Voz do que clama no deserto: Preparai o caminho do Senhor; e endireitai as suas veredas.
  5 Porque eis que ele virá, como está escrito no livro dos profetas, para tirar os pecados do mundo e para trazer salvação às nações pagãs, para reunir aqueles que estão perdidos, que são do rebanho de Israel;
  6 Sim, os dispersos e aflitos; e também para preparar o caminho e tornar possível a pregação do evangelho aos gentios;
  7 E para ser uma luz para todos os que se assentam em trevas, até as mais longínquas partes da terra; e para levar a efeito a ressurreição dos mortos e ascender ao alto e habitar à mão direita do Pai.
  8 Até a plenitude dos tempos; e a lei e o testemunho serão selados e as chaves do reino serão novamente entregues ao Pai;
  9 Para administrar justiça a todos; para descer em julgamento sobre todos e para convencer todos os iníquos de suas más ações, as quais cometeram; e tudo isso no dia em que ele vier;
  10 Pois é um dia de poder; sim, todo vale se encherá e todo monte e outeiro serão rebaixados; e o que é tortuoso se endireitará e os caminhos escabrosos se aplanarão;
  11 E toda carne verá a salvação de Deus.


LUCAS 11:53
(Comparar com Lucas 11:52)
(A plenitude das escrituras é a chave do conhecimento.)
  53 Ai de vós, doutores da lei! que tirastes a chave da ciência, a plenitude das escrituras; vós mesmos não entrastes no reino; e impedistes os que estavam entrando.


LUCAS 12:9–12
(Comparar com Lucas 12:9–10)
(A blasfêmia contra o Espírito Santo não será perdoada.)
  9 Mas aquele que me negar diante dos homens será negado diante dos anjos de Deus.
  10 Ora, seus discípulos sabiam que ele dissera isso porque eles haviam falado contra ele diante do povo; pois tinham medo de confessá-lo diante dos homens.
  11 E eles arrazoavam entre si, dizendo: Ele conhece nossos corações e fala para nossa condenação; e não seremos perdoados. Mas ele respondeu-lhes e disse-lhes:
  12 A todo aquele que disser uma palavra contra o Filho do Homem e arrepender-se, ser-lhe-á perdoado; mas ao que blasfemar contra o Espírito Santo não lhe será perdoado.


LUCAS 12:41–57
(Comparar com Lucas 12:38–48)
(Precisamos estar sempre preparados para a vinda do Senhor.)
  41 Pois eis que ele vem na primeira vigília da noite e virá também na segunda vigília e novamente ele virá na terceira vigília.
  42 E em verdade vos digo: Ele já veio, como sobre ele está escrito; e também quando ele vier na segunda vigília, ou vier na terceira vigília, bem-aventurados os servos a quem, quando vier, achar fazendo assim;
  43 Porque o Senhor desses servos se cingirá e fará com que eles se assentem à mesa; e, chegando, os servirá.
  44 E agora, em verdade vos digo estas coisas para que possais saber isto: Que a vinda do Senhor é como um ladrão na noite.
  45 E é como a um homem que é pai de família, que, se não vigiar os seus bens, virá o ladrão em uma hora que não espera e tirará os seus bens e dividi-los-á entre seus companheiros.
  46 E eles disseram entre si: Se o pai de família soubesse a que hora havia de vir o ladrão, vigiaria e não permitiria minar a sua casa nem a perda de seus bens.
  47 E ele disse-lhes: Em verdade vos digo: Portanto estai vós também apercebidos; porque virá o Filho do Homem à hora que não imaginais.
  48 E disse-lhe Pedro: Senhor, dizes essa parábola a nós, ou a todos?
  49 E disse o Senhor: Falo àqueles a quem o Senhor porá sobre sua casa, para dar a seus filhos a ração na devida estação.
  50 E disseram eles: Quem, pois, é aquele servo fiel e prudente?
  51 E o Senhor disse-lhes: É aquele servo que vigia, para repartir sua ração na devida estação.
  52 Bem-aventurado seja aquele servo a quem o Senhor, quando vier, achar fazendo assim.
  53 Em verdade vos digo que sobre todos os seus bens o porá.
  54 Mas o servo mau é aquele que não é encontrado vigiando. E se aquele servo não for encontrado vigiando, dirá em seu coração: O meu Senhor tarda em vir; e começará a espancar os criados e criadas, e a comer, e a beber, e a embriagar-se,
  55 Virá o Senhor daquele servo no dia em que o não espera, e numa hora que ele não sabe, e abatê-lo-á e dar-lhe-á sua parte com os infiéis.
  56 E o servo que soube a vontade do seu Senhor e não se aprontou para a vinda de seu Senhor nem fez conforme a sua vontade, será castigado com muitos açoites.
  57 Mas o que não soube a vontade de seu Senhor e fez coisas dignas de açoites, com poucos será castigado. E a qualquer que muito for dado, muito se lhe pedirá; e ao que muito o Senhor confiou, muito mais os homens lhe pedirão.


LUCAS 16:16–23
(Comparar com Lucas 16:16–18)
(Jesus forneceu o contexto para a parábola do homem rico e Lázaro.)
  16 E eles disseram-lhe: Temos a lei e os profetas; mas quanto a este homem não o receberemos para ser nosso chefe; pois ele se faz de juiz sobre nós.
  17 Então disse-lhes Jesus: A lei e os profetas testificam de mim; sim, e todos os profetas que escreveram, até João, têm predito estes dias.
  18 Desde esse tempo é anunciado o reino de Deus; e todo homem que busca a verdade esforça-se para entrar nele.
  19 E é mais fácil passarem o céu e a terra do que cair um til da lei.
  20 E por que ensinais a lei e negais aquilo que está escrito; e condenais aquele a quem o Pai enviou para cumprir a lei, a fim de que sejais todos redimidos?
  21 Ó néscios! porque dissestes em vosso coração: Não há Deus. E perverteis o caminho reto; e praticais violência contra o reino dos céus; e perseguis os mansos; e, em vossa violência, procurais destruir o reino; e tomais os filhos do reino pela força. Ai de vós, adúlteros!
  22 E eles tornaram a injuriá-lo, irando-se por ter ele dito que eram adúlteros.
  23 Mas ele continuou, dizendo: Qualquer que deixa sua mulher e casa com outra, adultera; e aquele que casa com a repudiada pelo marido, adultera também. Em verdade vos digo: Assemelhar-vos-ei ao homem rico.


LUCAS 17:21
(Comparar com Lucas 17:20–21)
(O reino de Deus já veio.)
  21 Nem dirão: Ei-lo aqui! ou, Ei-lo ali! porque eis que o reino de Deus já veio para vós.


LUCAS 17:36–40
(Comparar com Lucas 17:37)
(Jesus explicou uma parábola referente à reunião dos justos.)
  36 E respondendo, disseram-lhe: Aonde, Senhor, serão levados?
  37 E ele disse-lhes: Onde estiver o corpo reunido; ou, em outras palavras, onde quer que os santos estejam reunidos, aí se ajuntarão as águias, ou seja, aí se ajuntarão os remanescentes.
  38 Isto disse referindo-se à coligação de seus santos e de anjos descendo e reunindo a eles os remanescentes; um da cama, o outro da moenda e o outro do campo, onde quer que ele deseje.
  39 Pois na verdade haverá novos céus e nova terra, onde habita a justiça.
  40 E nada haverá de impuro; porque a Terra, tendo envelhecido, sim, como um vestido, tendo-se corrompido, por conseguinte desaparece; e o escabelo de seus pés permanece santificado, limpo de todo pecado.


LUCAS 18:27
(Comparar com Lucas 18:27)
(Confiar nas riquezas impede a pessoa de entrar no reino de Deus.)
  27 E ele disse-lhes: É impossível àquele que confia nas riquezas entrar no reino de Deus; mas aquele que abandona as coisas deste mundo, é possível a Deus que ele entre.


LUCAS 21:24–26
(Comparar com Lucas 21:24–26)
(Jesus explicou os sinais de sua vinda.)
  24 Ora, essas coisas disse-lhes ele, relativas à destruição de Jerusalém. Pediram-lhe, então, seus discípulos, dizendo: Mestre, fala-nos a respeito de tua vinda.
  25 E ele respondeu-lhes e disse: Na geração em que os tempos dos gentios se completarem, haverá sinais no sol e na lua e nas estrelas; e na Terra, angústia das nações, em perplexidade, como o bramido do mar e das ondas. A terra será também perturbada e as águas do grande abismo;
  26 Homens desmaiando de terror, na expectativa das coisas que sobrevirão ao mundo. Porquanto as virtudes do céu serão abaladas.



LUCAS 21:32
(Comparar com Lucas 21:32)
(Tudo se cumprirá quando se completarem os tempos dos gentios.)
  32 Em verdade vos digo: Não passará esta geração, a geração em que se completarão os tempos dos gentios, até que tudo aconteça.


LUCAS 23:35
(Comparar com Lucas 23:34)
(Jesus pediu que fossem perdoados os soldados romanos que o crucificaram.)
  35 E dizia Jesus: Pai, perdoa-lhes, porque não sabem o que fazem. (Referindo-se aos soldados que o crucificaram.) E, repartindo as suas vestes, lançaram sortes.


JOÃO 1:1–34
(Comparar com João 1:1–34)
[O evangelho de Jesus Cristo foi pregado desde o princípio. Um Elias (João Batista) deveria preparar o caminho para Cristo e outro Elias (Cristo) deveria restaurar todas as coisas.]
  1 No princípio foi o evangelho pregado por meio do Filho. E o evangelho era o verbo e o verbo estava com o Filho; e o Filho estava com Deus e o Filho era de Deus.
  2 Ele estava no princípio com Deus.
  3 Todas as coisas foram feitas por ele e sem ele nada do que foi feito se fez.
  4 Nele estava o evangelho e o evangelho era a vida e a vida era a luz dos homens;
  5 E a luz resplandece no mundo e o mundo não a percebe.
  6 Houve um homem enviado de Deus, cujo nome era João.
  7 Ele veio ao mundo para testemunho, para que testificasse da luz, para testificar do evangelho a todos por meio do Filho, para que, por meio dele, pudessem acreditar.
  8 Não era ele a luz; mas veio para que testificasse da luz,
  9 Que era a luz verdadeira, que ilumina todo homem que vem ao mundo;
  10 Sim, o filho de Deus. Aquele que estava no mundo; e o mundo foi feito por ele e o mundo não o conheceu.
  11 Veio para o que era seu e os seus não o receberam.
  12 Mas a todos quantos o receberam, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus; somente aos que crêem no seu nome.
  13 Ele não nasceu do sangue nem da vontade da carne nem da vontade do homem, mas de Deus.
  14 E o mesmo verbo se fez carne e habitou entre nós; e vimos a sua glória, como a glória do Unigênito do Pai, cheio de graça e de verdade.
  15 João prestou testemunho dele e clamou, dizendo: Este é aquele de quem eu dizia: O que vem após mim é antes de mim, porque foi primeiro do que eu.
  16 Porque no princípio era o Verbo, sim, o Filho, que se fez carne e foi enviado a nós pela vontade do Pai. E todos os que crerem em seu nome receberão de sua plenitude. E todos nós recebemos de sua plenitude, sim, imortalidade e vida eterna, por meio de sua graça.
  17 Porque a lei foi dada por meio de Moisés; porém a vida e a verdade vieram por Jesus Cristo.
  18 Porque a lei foi segundo um mandamento carnal, para administração da morte; mas o evangelho foi segundo o poder de uma vida eterna, por intermédio de Jesus Cristo, o Filho Unigênito, que está no seio do Pai.
  19 E Deus nunca foi visto por alguém, exceto por aquele que deu testemunho do Filho; porque a não ser que seja por ele, nenhum homem pode ser salvo.
  20 E este é o testemunho de João, quando os judeus mandaram de Jerusalém sacerdotes e levitas para que lhe perguntassem: Quem és tu?
  21 E confessou e não negou que fosse Elias; mas confessou, dizendo: Eu não sou o Cristo.
  22 E perguntaram-lhe, dizendo: Como então és tu Elias? E ele disse: Não sou aquele Elias que restauraria todas as coisas. E perguntaram-lhe, dizendo: És tu aquele profeta? E ele respondeu: Não.
  23 Disseram-lhe pois: Quem és? Para que demos resposta àqueles que nos enviaram; que dizes de ti mesmo?
  24 Ele disse: Eu sou a voz do que clama no deserto: Endireitai o caminho do Senhor, como disse o profeta Esaías.
  25 E os que tinham sido enviados eram dos fariseus.
  26 E perguntaram-lhe e disseram-lhe: Por que batizas pois, se tu não és o Cristo nem Elias que restauraria todas as coisas nem aquele profeta?
  27 João respondeu-lhes, dizendo: Eu batizo com água; mas no meio de vós está um a quem vós não conheceis:
  28 Ele é aquele de quem presto testemunho. É aquele profeta, Elias, que, vindo após mim, é antes de mim, do qual eu não sou digno de desatar a correia da alparca, ou cujo lugar não posso ocupar; porque ele batizará não apenas com água, mas com fogo e com o Espírito Santo.
  29 No dia seguinte João viu a Jesus, que vinha para ele, e disse: Eis o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo.
  30 E João testificou dele ao povo, dizendo: Este é aquele do qual eu disse: Após mim vem um homem que é antes de mim, porque foi primeiro do que eu. E eu o conhecia; e para que ele fosse manifestado a Israel, vim eu, por isso batizando com água.
  31 E João testificou, dizendo: Quando ele foi batizado por mim, eu vi o Espírito descer do céu como pomba e repousar sobre ele.
  32 E eu o conhecia; porque o que me mandou a batizar com água, esse me disse: Sobre aquele que vires descer o Espírito e sobre ele repousar, esse é o que batiza com o Espírito Santo.
  33 E eu vi e testifico que este é o Filho de Deus.
  34 Essas coisas aconteceram em Betânia, do outro lado do Jordão, onde João estava batizando.




JOÃO 1:42
(Comparar com João 1:42)
(Cefas significa “vidente” ou “pedra”.)
  42 E levou-o a Jesus. E, olhando Jesus para ele, disse: Tu és Simão, filho de Jonas; tu serás chamado Cefas, que é, por interpretação, um vidente ou uma pedra. E eram pescadores. E eles deixaram logo tudo e seguiram a Jesus.


JOÃO 4:1–4
(Comparar com João 4:1–2)
(Jesus realizou batismos.)
  1 E quando os fariseus tinham ouvido que Jesus fazia e batizava mais discípulos do que João,
  2 Procuraram mais diligentemente algum meio para matá-lo; pois que muitos recebiam João como profeta, mas não acreditavam em Jesus.
  3 Ora, o Senhor sabia disso, ainda que ele mesmo não batizasse tantos quanto os seus discípulos;
  4 Porque lhes permitia como um exemplo, dando preferência uns aos outros.


JOÃO 4:26
(Comparar com João 4:24)
(Deus prometeu seu Espírito aos verdadeiros crentes.)
  26 Pois a tais Deus prometeu o seu Espírito. E importa que os que o adoram o adorem em espírito e em verdade.


JOÃO 13:8–10
(Comparar com João 13:8–10)
(Jesus lavou os pés dos Apóstolos.)
  8 Disse-lhe Pedro: Não precisas lavar-me os pés. Respondeu-lhe Jesus: Se eu te não lavar, não tens parte comigo.
  9 Disse-lhe Simão Pedro: Senhor, não só os meus pés, mas também as mãos e a cabeça.
  10 Disse-lhe Jesus: Aquele que tem as mãos e a cabeça lavadas, não necessita lavar senão os pés, pois no mais todo está limpo. Ora, vós estais limpos, mas não todos. Ora, esse era o costume dos judeus segundo sua lei; portanto Jesus fez isso para que a lei fosse cumprida.


JOÃO 14:30
(Comparar com João 14:30)
(O príncipe das trevas, ou seja, Satanás, é deste mundo.)
  30 Já não falarei muito convosco; porque se aproxima o príncipe das trevas, que é deste mundo, mas não tem poder sobre mim, mas tem poder sobre vós.


ATOS 9:7
(Comparar com Atos 9:7; Atos 22:9)
(Os que estavam com Paulo quando de sua conversão viram a luz, mas não ouviram a voz nem viram o Senhor.)
  7 E os que estavam viajando com ele viram, em verdade, a luz, e se atemorizaram muito; mas não ouviram a voz daquele que falava com ele.


ROMANOS 4:16
(Comparar com Romanos 4:16)
(Tanto a fé como as obras, pela graça, são necessárias para a salvação.)
  16 Portanto sois justificados pela fé e obras, por meio da graça, a fim de que a promessa seja firme a toda a posteridade; não somente aos que são da lei, mas também aos que são da fé daquele que é o pai de todos nós, Abraão.


ROMANOS 7:5–27
(Comparar com Romanos 7:5–25)
(Cristo tem poder para mudar a alma dos homens.)
  5 Porque, quando estávamos na carne, as paixões dos pecados, que não eram segundo a lei, operavam em nossos membros para darem fruto para a morte.
  6 Mas agora fomos libertados da lei em que estávamos retidos, estando mortos para a lei, para que sirvamos em novidade de espírito e não na velhice da letra.
  7 Que diremos pois? É a lei pecado? De modo algum; mas eu não conheci o pecado senão pela lei; porque eu não conheceria a concupiscência, se a lei não dissesse: Não cobiçarás.
  8 Mas o pecado, tomando ocasião pelo mandamento, operou em mim toda a concupiscência: porquanto sem a lei estava morto o pecado.
  9 Porque eu, nalgum tempo, vivia sem a transgressão da lei, mas, vindo o mandamento de Cristo, reviveu o pecado e eu morri.
  10 E quando não acreditei no mandamento de Cristo que veio, que era para vida, achei eu que me condenava para a morte.
  11 Porque o pecado, tomando ocasião, negou o mandamento e enganou-me; e por ele fui morto.
  12 Não obstante, achei que a lei é santa e que o mandamento é santo e justo e bom.
  13 Logo se me tornou o bom em morte? De modo algum. Mas o pecado, para que se mostrasse pecado, pelo bem operou em mim a morte; a fim de que pelo mandamento o pecado se fizesse excessivamente maligno.
  14 Porque bem sabemos que o mandamento é espiritual; mas eu, quando estava sob a lei, ainda era carnal, vendido sob o pecado.
  15 Mas agora sou espiritual; porque o que me é mandado fazer, faço; e aquilo que me é mandado não permitir, não o permito.
  16 Pois o que sei não ser certo, não faço; porque o que é pecado, aborreço.
  17 Se então não faço o que não permito, consinto com a lei, que é boa; e não sou condenado.
  18 Ora, então já não sou eu que comete pecado; mas procuro subjugar esse pecado que habita em mim.
  19 Porque eu sei que em mim, isto é, na minha carne, não habita bem algum; e com efeito o querer está em mim, mas não consigo realizar o bem, a não ser em Cristo.
  20 Porque o bem que teria feito sob a lei, vejo que não é bem; portanto não o faço.
  21 Mas o mal que não faria sob a lei, vejo que é bem; esse, faço.
  22 Ora, se eu faço, com a ajuda de Cristo, o que não quero fazer sob a lei, não estou sob a lei; e já não é que eu procure fazer o mal, mas sim subjugar o pecado que habita em mim.
  23 Acho então que, sob a lei, quando queria fazer o bem, o mal estava em mim; porque, segundo o homem interior, tenho prazer na lei de Deus.
  24 E agora vejo outra lei, sim, o mandamento de Cristo; e está gravada em minha mente.
  25 Mas os meus membros estão batalhando contra a lei de minha mente e prendendo-me debaixo da lei do pecado que está nos meus membros.
  26 E se eu não subjugar o pecado que está em mim, mas servir com a carne a lei do pecado, miserável homem que sou! quem me livrará do corpo desta morte?
  27 Dou graças a Deus por intermédio de Jesus Cristo nosso Senhor; tanto assim que eu mesmo, com a mente, sirvo à lei de Deus.


ROMANOS 8:8
(Comparar com Romanos 8:8)
(Aqueles que seguem os caminhos da carne não podem agradar a Deus.)
  8 Portanto os que são segundo a carne não podem agradar a Deus.


I CORÍNTIOS 7:1–2, 5, 26, 29–33
(Comparar com I Coríntios 7:1–2, 5, 26, 29–33)
(Paulo respondeu a perguntas sobre o casamento entre os que são chamados para missões.)
  1 Ora, quanto às coisas que me escrevestes, dizendo: Bom seria que o homem não tocasse em mulher.
  2 Mas digo, para evitar a fornicação, que cada um tenha a sua própria mulher e cada uma tenha o seu próprio marido.
  5 Não vos separeis um do outro, senão por consentimento mútuo por algum tempo, para vos aplicardes ao jejum e à oração; e depois ajuntai-vos outra vez, para que Satanás não vos tente pela vossa incontinência.
  26 Tenho pois por bom, por causa da instante necessidade, que um homem assim permaneça para que possa realizar um bem maior.
  29 Mas falo a vós que sois chamados para o ministério. Porque isto digo, irmãos: O tempo que resta se abrevia, em que sereis enviados para o ministério. Mesmo os que têm mulheres serão como se as não tivessem; porque sois chamados e escolhidos para fazer a obra do Senhor.
  30 E será para aqueles que choram, como se não chorassem; e para os que se rejubilam, como se não se rejubilassem; e para os que compram, como se não possuíssem;
  31 E para aqueles que desfrutam este mundo, como se não o desfrutassem; porque a aparência deste mundo passa.
  32 E bem quisera, irmãos, que magnificásseis vosso chamado. Bem quisera eu que estivésseis sem cuidado. Pois aquele que é solteiro cuida das coisas do Senhor, em como há de agradar ao Senhor; portanto ele prevalece.
  33 Mas aquele que é casado cuida das coisas do mundo, em como há de agradar à mulher; portanto há uma diferença, porque ele é tolhido.


I CORÍNTIOS 15:40
(Comparar com I Coríntios 15:40)
(Há três graus de glória na ressurreição.)
  40 Também corpos celestiais e corpos terrestres e corpos telestiais; mas uma é a glória dos celestes; e outra a dos terrestres; e outra a dos telestes.


II CORÍNTIOS 5:16
(Comparar com II Coríntios 5:16)
(Paulo aconselhou os santos a não viverem segundo a carne.)
  16 Assim que, daqui por diante, já não viveremos segundo a carne; sim, ainda que tenhamos vivido uma vez segundo a carne, contudo desde que conhecemos a Cristo não mais vivemos segundo a carne.


GÁLATAS 3:19–20
(Comparar com Gálatas 3:19–20)
[Cristo é o mediador do novo convênio. Comparam-se a lei de Moisés (o antigo convênio) e o evangelho eterno (o novo convênio).]
  19 Logo, a lei foi acrescentada por causa de transgressões, até que viesse a posteridade a quem a promessa tinha sido feita na lei dada a Moisés, que foi ordenado pela mão de anjos para ser um mediador deste primeiro convênio (a lei).
  20 Ora, esse mediador não era um mediador do novo convênio; mas há um mediador do novo convênio, que é Cristo, como está escrito na lei concernente às promessas feitas a Abraão e sua semente. Ora, Cristo é o mediador da vida; porque essa é a promessa que Deus fez a Abraão.


EFÉSIOS 4:26
(Comparar com Efésios 4:26)
(A ira injusta é pecado.)
  26 Podeis irar-vos e não pecar? não se ponha o sol sobre a vossa ira;


I TESSALONICENSES 4:15
(Comparar com I Tessalonicenses 4:15)
(Os justos que estiverem vivos quando da vinda do Senhor não terão vantagem alguma sobre os mortos justos.)
  15 Dizemo-vos, pois, isto, pela palavra do Senhor: Aqueles que estiverem vivos quando da vinda do Senhor não precederão os que permanecerem dormindo até a vinda do Senhor.


II TESSALONICENSES 2:2–3, 7–9
(Comparar com II Tessalonicenses 2:2–9)
(Paulo profetizou uma apostasia antes da volta do Senhor.)
  2 Que não vos movais facilmente do vosso entendimento nem vos perturbeis por epístola, a menos que a recebais de nós; quer por espírito, quer por palavra, como se o dia de Cristo estivesse já perto.
  3 Ninguém de maneira alguma vos engane; porque antes virá uma apostasia, e se manifestará o homem do pecado, o filho da perdição;
  7 Porque já o mistério da injustiça opera e é ele que opera agora; e Cristo permite-lhe operar, até que se cumpra o tempo em que do caminho seja tirado.
  8 Então será revelado aquele iníquo, a quem o Senhor desfará pelo assopro de sua boca e aniquilará pelo esplendor de sua vinda.
  9 Sim, o Senhor, sim, Jesus, cuja vinda não será até depois que houver uma apostasia, pela obra de Satanás, com todo o poder e sinais e prodígios de mentira,


I TIMÓTEO 2:4
(Comparar com I Timóteo 2:4)
(Cristo é o Filho Unigênito e o Mediador.)
  4 Que deseja que todos os homens se salvem e venham ao conhecimento da verdade que está em Cristo Jesus, que é o Filho Unigênito de Deus e ordenado para ser um Mediador entre Deus e o homem; que é um Deus e tem poder sobre todos os homens.


I TIMÓTEO 6:15–16
(Comparar com I Timóteo 6:15–16)
(Aqueles que têm em seu interior a luz da imortalidade podem ver a Jesus.)
  15 A qual a seu tempo ele mostrará, aquele que é o bem-aventurado e único Poderoso Senhor, o Rei dos reis e Senhor dos senhores, ao qual seja honra e poder sempiterno;
  16 A quem nenhum homem viu nem pode ver, de quem nenhum homem se pode aproximar, a não ser aquele em quem habitam a luz e a esperança da imortalidade.


HEBREUS 1:6–7
(Comparar com Hebreus 1:6–7)
(Anjos são espíritos ministradores.)
  6 E outra vez, quando introduz no mundo o primogênito, ele diz: E que todos os anjos de Deus o adorem, ele, que faz de seus ministros como que labareda de fogo.
  7 E, quanto aos anjos, diz: Os anjos são espíritos ministradores.


HEBREUS 4:3
(Comparar com Hebreus 4:3)
(As obras de Deus foram preparadas desde a fundação do mundo.)
  3 Porque nós, os que temos crido, entramos no repouso, tal como disse: Assim jurei em minha ira que, se endurecerem o coração, não entrarão no meu repouso; jurei também: Se não endurecerem o coração, entrarão no meu repouso; embora as obras de Deus estivessem preparadas, (ou acabadas), desde a criação do mundo.


HEBREUS 5:7–8
[Uma observação no manuscrito da TJS afirma que os versículos 7 e 8 aludem a Melquisedeque e não a Cristo. Fora isso, os textos da Tradução do Rei Jaime (Tradução de João Ferreira de Almeida, em português) e a Tradução de Joseph Smith são iguais.]


HEBREUS 6:1, 3
(Comparar com Hebreus 6:1, 3)
(Os princípios de Cristo levam à perfeição.)
  1 Pelo que, não deixando os rudimentos da doutrina de Cristo, prossigamos até a perfeição, não lançando de novo o fundamento do arrependimento de obras mortas e de fé em Deus.
  3 E prosseguiremos até a perfeição, se Deus o permitir.


HEBREUS 7:3
(Comparar com Hebreus 7:3)
(O santo sacerdócio segundo a ordem do Filho de Deus é sem pai nem mãe e não tem começo nem fim de dias.)
  3 Porque este Melquisedeque foi ordenado sacerdote segundo a ordem do Filho de Deus, cuja ordem era sem pai, sem mãe, sem descendência, não tendo princípio de dias nem fim de vida. E todos aqueles que são ordenados a esse sacerdócio são feitos semelhantes ao Filho de Deus, permanecendo sacerdotes para sempre.


HEBREUS 7:25–26
(Comparar com Hebreus 7:26–27)
(Explica-se o papel de Cristo como mediador.)
  25 Porque nos convinha tal sumo sacerdote, santo, inocente, imaculado, separado dos pecadores e feito governante sobre os céus;
  26 E não como aqueles sumos sacerdotes que ofereciam cada dia sacrifícios, primeiramente por seus próprios pecados, depois pelos pecados do povo; porque ele não necessitava oferecer sacrifício por seus próprios pecados, porque não conheceu pecados; mas pelos pecados do povo. E isso fez ele uma vez, oferecendo-se a si mesmo.


HEBREUS 11:1
(Comparar com Hebreus 11:1)
(Fé é a certeza de coisas que se esperam.)
  1 Ora, a fé é a certeza de coisas que se esperam, a prova das coisas que se não vêem.


HEBREUS 11:35
(Comparar com Hebreus 11:35)
(Os fiéis que são torturados por causa de Cristo obtêm a primeira ressurreição.)
  35 As mulheres receberam pela ressurreição os seus mortos; uns foram torturados, não aceitando o seu livramento, para alcançarem a primeira ressurreição.


TIAGO 1:2
(Comparar com Tiago 1:2)
(As aflições, e não as tentações, ajudam a santificar-nos.)
  2 Meus irmãos, tende grande gozo quando cairdes em muitas aflições;


TIAGO 2:1
(Comparar com Tiago 2:1)
(Os membros não devem ter uma pessoa em mais alta consideração do que outra.)
  1 Meus irmãos, não podeis ter a fé do nosso Senhor Jesus Cristo, o Senhor da glória e, ainda assim, fazer acepção de pessoas.


I PEDRO 3:20
(Comparar com I Pedro 3:20)
(Alguns dos espíritos em prisão haviam sido iníquos nos dias de Noé.)
  20 Alguns dos quais foram rebeldes nos dias de Noé, enquanto a longanimidade de Deus esperava, enquanto se preparava a arca, na qual poucas, isto é, oito almas se salvaram pela água.


I PEDRO 4:6
(Comparar com I Pedro 4:6)
(O evangelho é pregado àqueles que estão mortos.)
  6 Por causa disto, é pregado o evangelho aos mortos, para que sejam julgados segundo os homens na carne, mas vivam segundo a vontade de Deus no espírito.


I PEDRO 4:8
(Comparar com I Pedro 4:8)
(A caridade evita que pequemos.)
  8 Mas, sobretudo, tendo ardente caridade entre vós; porque a caridade evita uma multidão de pecados.


I JOÃO 2:1
(Comparar com I João 2:1)
(Se nos arrependermos, Cristo será nosso advogado junto ao Pai.)
  1 Meus filhinhos, estas coisas vos escrevo, para que não pequeis. Mas se alguém pecar e se arrepender, temos um advogado para com o Pai, Jesus Cristo, o justo;


I JOÃO 3:9
(Comparar com I João 3:9)
(Quem nasce de Deus não continua em pecado.)
  9 Qualquer que é nascido de Deus não continua em pecado; porque o Espírito de Deus permanece nele; e não pode continuar em pecado, porque é nascido de Deus, tendo recebido o santo Espírito da promessa.


I JOÃO 4:12
(Comparar com I João 4:12)
(Somente os homens que crêem em Deus podem vê-lo.)
  12 Ninguém jamais viu a Deus, exceto aqueles que crêem. Se nos amamos uns aos outros, Deus está em nós e em nós é perfeito o seu amor.


APOCALIPSE 1:1–4
(Comparar com Apocalipse 1:1–4)
(João recebeu uma revelação de Jesus Cristo e entregou-a aos líderes das sete igrejas na Ásia.)
  1 Revelação de João, um servo de Deus, que lhe foi dada por Jesus Cristo, para mostrar aos seus servos as coisas que brevemente devem acontecer; que enviou e declarou por seu anjo a seu servo João,
  2 O qual prestou testemunho da palavra de Deus e do testemunho de Jesus Cristo e de tudo o que tem visto.
  3 Bem-aventurados aqueles que lêem e aqueles que ouvem e compreendem as palavras desta profecia e guardam as coisas que nela estão escritas, porque o tempo da vinda do Senhor está próximo.
  4 Ora, este é o testemunho de João aos sete servos que estão sobre as sete igrejas da Ásia. Graça e paz seja convosco da parte daquele que é e que era e que há de vir; que enviou seu anjo de diante de seu trono para testificar àqueles que são os sete servos sobre as sete igrejas.


APOCALIPSE 2:22
(Comparar com Apocalipse 2:22)
(Os iníquos serão lançados no inferno.)
  22 Eis que a lançarei no inferno e sobre os que adulteram com ela virá grande tribulação, se não se arrependerem de suas obras.


APOCALIPSE 5:6
(Comparar com Apocalipse 5:6)
(Doze servos de Deus são enviados a toda a Terra.)
  6 E olhei, e eis que estava no meio do trono e dos quatro animais viventes e entre os anciãos um Cordeiro, como havendo sido morto, e tinha doze pontas e doze olhos, que são os doze servos de Deus, enviados a toda a Terra.


APOCALIPSE 12:1–17
(Comparar com Apocalipse 12:1–17; Doutrina e Convênios 77)
[Explicados a mulher (a Igreja), a criança (o reino de Deus), a barra de ferro (a palavra de Deus), o dragão (Satanás) e Miguel (Adão). A guerra nos céus continua na Terra.]
  1 E apareceu um grande sinal no céu, à semelhança das coisas na Terra; uma mulher vestida do sol, tendo a lua debaixo dos seus pés, e uma coroa de doze estrelas sobre a sua cabeça.
  2 E a mulher estava grávida e com dores de parto; e gritava com ânsias de dar à luz.
  3 E deu à luz um filho homem, que há de reger todas as nações com vara de ferro; e o seu filho foi arrebatado para Deus e para o seu trono.
  4 E apareceu outro sinal no céu; e eis que era um grande dragão vermelho, que tinha sete cabeças e dez chifres e, sobre as suas cabeças, sete diademas. E a sua cauda levou após si a terça parte das estrelas do céu e lançou-as sobre a terra. E o dragão parou diante da mulher que dera à luz, pronto para devorar seu filho depois de nascer.
  5 E a mulher fugiu para o deserto, onde já tinha um lugar preparado por Deus, para que ali a alimentassem durante mil duzentos e sessenta anos.
  6 E houve batalha no céu: Miguel e os seus anjos batalhavam contra o dragão; e o dragão e seus anjos batalhavam contra Miguel:
  7 E o dragão não prevaleceu contra Miguel nem contra a criança nem contra a mulher que era a igreja de Deus, que havia sido libertada de suas dores e que dera à luz o reino de nosso Deus e de seu Cristo.
  8 Nem mais se achou nos céus lugar para o grande dragão, que foi lançado fora; aquela antiga serpente, chamada diabo e também chamada Satanás, que engana todo o mundo; ele foi precipitado na terra e os seus anjos foram lançados com ele.
  9 E ouvi uma grande voz no céu, que dizia: Agora é chegada a salvação e a força e o reino do nosso Deus e o poder do seu Cristo.
  10 Porque o acusador de nossos irmãos foi derrubado, o qual diante de nosso Deus os acusava de dia e de noite.
  11 Porque eles o venceram pelo sangue do Cordeiro e pela palavra do seu testemunho; porque não amaram sua própria vida, mas mantiveram o testemunho, sim, até a morte. Pelo que, alegrai-vos, ó céus, e vós que neles habitais.
  12 E depois dessas coisas, ouvi outra voz que dizia: Ai dos que habitam na terra, sim, e daqueles que habitam nas ilhas do mar! porque o diabo desceu a vós, e tem grande ira, porque ele sabe que só tem pouco tempo.
  13 Porque quando o dragão viu que fora lançado na terra, perseguiu a mulher que dera à luz o filho-homem.
  14 Portanto foram dadas à mulher duas asas de uma grande águia, para que fugisse para o deserto, ao seu lugar, onde é sustentada por um tempo e tempos e metade de um tempo, fora da vista da serpente.
  15 E a serpente lança de sua boca, atrás da mulher, água como um rio, para que pela corrente a fizesse arrebatar.
  16 E a terra ajuda a mulher; e a terra abre sua boca e traga o rio que o dragão lança de sua boca.
  17 Portanto o dragão irou-se com a mulher e foi fazer guerra ao resto da sua semente, que guarda os mandamentos de Deus e tem o testemunho de Jesus Cristo.


APOCALIPSE 19:15, 21
(Comparar com Apocalipse 19:15, 21)
(Deus usa as palavras de Cristo para ferir as nações.)
  15 E de sua boca procede a palavra de Deus e com ela ferirá as nações; e ele as regerá com a palavra de sua boca; e ele pisa o lagar no furor e ira do Deus Todo-Poderoso.
  21 E os demais foram mortos com a palavra daquele que estava assentado sobre o cavalo, cuja palavra procedia de sua boca; e todas as aves se fartaram das suas carnes.




4 comentários:

  1. Giovana Lucélia - ROsegunda-feira, 08 agosto, 2011

    Como vcs tem coragem de postar uma eresia dessas, desde quando o Smith teve autoridade para mudar a bíblia, agora entendo quando dizem que os mórmons tem outra Bíblia. Vão se arrepender.

    ResponderExcluir
  2. A autoridade que ele tinha como profeta que viu e conversou com Deus pai e o filho Jesus Cristo pessoalmente.

    ResponderExcluir